Image Image Image Image Image

14

Jan

Top Five da Cirurgia Plástica: conheça os 5 procedimentos cirúrgicos mais realizados no Brasil.

Os corpos sarados do verão começam a ser esculpidos durante o outono e inverno. O clima mais ameno e as férias deixam as pessoas loucas atrás de uma vaga em uma sala de cirurgia.
Confira abaixo o ranking dos 5 procedimentos mais realizados no Brasil, de acordo com a Isaps (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética):

1) Lipoaspiração:
Sabe aquela gordurinha que está no lugar errado e mesmo com a malhação de todo o dia ela não some? A lipoaspiração melhora a forma e elimina essas gorduras localizadas que são difíceis de serem corrigidas apenas com exercício físico e dieta. A intervenção que visa retirar gordura com objetivo estético deve ser feita em um centro cirúrgico, com anestesia e – principalmente – deve ser executada por um médico cirurgião plástico especializado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, SBCP.
– Pré-operatório: 40 dias antes da cirurgia o paciente deve evitar o uso de tabaco, pois o fumo prejudica a circulação cutânea e dificulta a cicatrização, levando à formação de necroses de pele. Além disso, o paciente não deve apresentar casos de anemia ou infecções. Nos casos de diabéticos e hipertensos, é necessário que estes quadros estejam controlados.
– Pós-operatório: Em pouco tempo o paciente pode voltar ao ritmo normal, apenas com restrição à exposição solar, que pode manchar a pele na área da operação. Para o restabelecimento também é imprescindível a realização de drenagem linfática e ultrassom de alta potência.

2) Aumento de mama:
A lei da gravidade é implacável também com as mamas, e uma hora elas caem. Por isso a grande procura pelas próteses mamárias, que não serve só para aumentar a mama, mas também para modificar a forma e corrigir eventuais irregularidades.
– Pré-operatório: Remédios para emagrecer, inclusive os diuréticos, devem ter seu consumo cessado (isso serve para qualquer tipo de cirurgia plástica).
– Pós-operatório: É recomendado um sutiã de maior contenção das mamas. Na hora de dormir ou descansar deve-se manter a cabeça ligeiramente levantada, evitando posturas laterais. A partir de um mês é permitido fazer ginástica, porém os membros superiores não devem ser trabalhados. Não dirigir durante as duas primeiras semanas nem praticar exercícios violentos até passadas 8 semanas.

3) Abdominoplastia:
A região do abdômen incomoda as mulheres, pois acumula gordura e flacidez de pele tanto na parte acima do umbigo, quanto ao redor ou abaixo. A abdominoplastia é a cirurgia plástica para retirar esse excesso de gordura, pele e flacidez. Ela é especialmente indicada para quem perdeu muito peso ou após a gestação, que deixa a região da barriga muito flácida.
– Pré-operatório: Pacientes fumantes devem suspender esse hábito pelo menos 30 dias antes e depois da cirurgia. Além disso, o uso de aspirina, fórmulas ou medicamentos para eliminar o apetite, e de alguns tipos de antiinflamatórios também devem ser evitados por causarem aumento de sangramento.
– Pós-operatório: A recuperação da abdominoplastia é relativamente fácil, mas requer cuidados. Após a cirurgia é comum o abdômen perder um pouco da sensibilidade e estar inchado sendo preciso usar uma cinta modeladora e realizar sessões de drenagem linfática. Durante o período de recuperação da cirurgia plástica não se pode realizar esforços.

4) Blefaroplastia:
O olhar transmite aspectos da personalidade e dos sentimentos de um indivíduo e pode modificar-se com o envelhecimento. As rugas são vincos que aparecem na pele em decorrência da interação músculo, pele e flacidez. É exatamente ao redor dos olhos que começam a surgir os primeiro sinais de envelhecimento e não há truque de maquiagem que consiga corrigir. Para isso, recorre-se a blefaroplastia, que é conhecida como a cirurgia da pálpebra e visa a retirada de pele e bolsas de gordura ao redor dos olhos.
– Pré-operatório: O paciente deve comunicar qualquer anormalidade que possa lhe ocorrer, quanto ao seu estado geral até a véspera da internação. A pressão arterial do paciente deve estar bem controlada para a cirurgia.
– Pós-operatório: Compressas com água fria sobre os olhos são úteis para diminuir o tempo de inchaço e proporcionar certo conforto pós-operatório. Usar óculos escuros e colírio para hidratação ocular. Evitar sol, vento e friagem, por 8 dias. Não traumatizar nem coçar os olhos.

5) Redução de mama:
A cirurgia plástica para redução dos seios tem por finalidade proporcionar à mulher mamas com a forma, tamanho e posição adequadas ao seu tipo físico. As técnicas utilizadas nas plásticas de mamas variam de acordo com as necessidades da paciente.
– Pré-operatório: Não se deve tomar aspirinas nem outros medicamentos que contenham salicilatos, nas duas semanas anteriores e posteriores à intervenção, também deve ser evitado o uso de tabaco, devido a dificuldade que este causa no processo de cicatrização.
– Pós-operatório: O inchaço dura alguns meses, e a posição e forma definitiva dos seios somente poderão ser apreciadas após seis meses. É normal a diminuição ou perda da sensibilidade nas aréolas por algumas semanas. É muito importante evitar levantar os braços ou carregar peso durante as três semanas seguintes à cirurgia.

Tags |

 Submit a Comment