Image Image Image Image Image

Blog

17

Aug

Guia sobre cirurgia plástica com segurança publicado na Veja

Leia a matéria e confira as dicas para diminuir os riscos durante procedimentos como lipoaspiração, abdominoplastia, prótese de mamas, entre outros. Matéria completa em:http://www2.cirurgiaplastica.org.br/plastica-com-seguranca-guia-da-veja/

16

Aug

Dia de Laser na Clínica Siqueira da Costa

Dia 24 de agosto (sábado que vem) é dia de Laser na Clínica Siqueira da Costa! Tratamento de última geração para rejuvenescimento facial e estrias, melhorando rugas e manchas, e com mínimo período de recuperação! Estaremos iniciando as sessões às 9h e terminando no final da tarde. Valores promocionais! Aproveitem.

16

Aug

Trocas saudáveis: prefira batata doce

Prefira a batata doce, ela tem muito mais nutrientes que a batata comum, mais proteínas, fibras e antioxidantes. Além disso o purê de batata doce é muito saboroso!

15

Aug

ALIMENTOS QUE AUMENTAM A BARRIGA

Os alimentos que estimulam uma grande produção de insulina pelo pâncreas são os maiores responsáveis pelo acúmulo de gordura abdominal, levando ao desenvolvimento da resistência à insulina. Essa resistência à insulina pode levar ao diabetes. A insulina é um hormônio fundamental para colocar a glicose dentro da célula para produzir energia, entretanto quando produzido em excesso vai causar um desequilíbrio no organismo: vai fazer lipogênese (produção de gordura) na região abdominal e também vai aumentar o hormônio do apetite (grelina) além de diminuir o hormônio da saciedade (leptina), aumentando assim a compulsão alimentar.

ALIMENTOS QUE AUMENTAM A GORDURA ABDOMINAL:

– Carboidrato de alto índice glicêmico (farinha branca refinada e seus derivados, açúcar, e doces em geral), porque necessitam de muita insulina;
– Carboidrato de alto e baixo índice glicêmico em quantidade exagerada numa mesma refeição, pois produz excesso de insulina;
– Gordura trans (biscoito recheado, pipoca de microondas, bolo industrializado, etc.);
– Gordura saturada em excesso (carnes gordas, pele de frango, salame, linguiça, manteiga, bacon, etc.).

ALIMENTOS QUE NÃO AUMENTAM A GORDURA ABDOMINAL:

– Carboidrato de baixo índice glicêmico em quantidade moderada (pão integral, hortaliças, frutas, cereais integrais, grãos, etc.), pois produz nível adequado de insulina;
– Gordura monoinsaturada em quantidade moderada (azeite de oliva extra-virgem, amêndoa, castanhas, nozes, etc.);
– Gordura poli-insaturada em quantidade moderada (salmão, atum, sardinha, chia, linhaça, etc.);
– Antioxidantes (vitamina C, vitamina E, selênio, zinco, betacaroteno, licopeno, antocianina, flavonoides, etc.). A gordura abdominal produz citocinas (substâncias inflamatórias) que oxidam as células e os antioxidantes vão protegê-las.

FONTES DE ANTIOXIDANTES:

– Vitamina C (laranja, tangerina, abacaxi, morango, vegetal verde escuro, etc.);
– Vitamina E (azeite de oliva, óleo vegetal, oleaginosas, abacate, etc.);
– Selênio (castanha do Pará, uma grande fonte);
– Zinco (nozes, frango, feijão, etc.);
– Betacaroteno (cenoura, mamão, abóbora, vegetal verde escuro, etc.);
– Licopeno (tomate, melancia, goiaba, etc.);
– Antocianina (açaí, berinjela, cebola roxa, repolho roxo, etc.);
– Flavonoides (uva, cebola, chá verde, cacau, etc.).

14

Aug

Combata a TPM com alimentos que são aliados do seu corpo

A Tensão Pré Menstrual (TPM) é um conjunto de sintomas físicos e emocionais que começam no meio do ciclo menstrual da mulher e desaparecem como num passe de mágica quando chega a menstruação. São mais de 200 sintomas que variam de mulher para mulher. Exercícios físicos são importantes para aliviar os sintomas e alguns alimentos também são nossos aliados.

13

Aug

Trocas saudáveis: Chocolate por chocolate amargo

As pesquisas científicas já encontraram uma série de evidências que acalentam os amantes de chocolates. Além de efeitos mais imediatos, como melhora no humor e os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), os cardiologias descobriram que o alimento pode ser um aliado do coração, desde que seja a versão amarga, consumida com moderação. O tradicional – e o mais encontrado nas prateleiras dos supermercados – é muito gorduroso e calórico, perdendo assim o efeito protetor. Por isso, na hora de escolher prefira o chocolate amargo. Mas não se iluda sobre os limites: um tablete por dia, ou mais ou menos 60g, é mais do que suficiente.

10

Aug

DIETA RICA EM CROMO REDUZ FOME E VONTADE DE COMER DOCES

Mineral potencializa ação da insulina, beneficiando quem quer emagrecer e pacientes de diabetes.
Sabe aquela vontade de comer um brigadeiro a qualquer custo? Ou quando seu corpo parece sentir uma fome incontrolável por guloseimas no meio do dia? E se houvesse uma forma de controlar esse desejo, sem sair da dieta? Um nutriente pode ser um grande aliado nessas horas: o cromo. Quando este mineral está na quantidade certa em nosso organismo, regula a quantidade de açúcar no sangue, evitando os picos de insulina, beneficiando não só quem quer exterminar as gordurinhas, mas também quem têm diabetes ou a síndrome metabólica, que é caracterizada por um grupo de e problemas de saúde como o acúmulo de gordura na cintura e no interior da barriga (visceral), pressão alta, aumento nos níveis de triglicérides, do açúcar no sangue (glicemia), e do mau colesterol (LDL) e ainda a diminuição do bom colesterol (HDL).
Apesar de o cromo ser um nutriente essencial, as nossas células não conseguem produzir esse mineral. Por isso, segundo o fisiologista José de Felippe Júnior, fundador da Associação Brasileira de Medicina Biomolecular e Nutrigenômica, precisamos conseguir seus benefícios através do consumo dos alimentos fontes do mineral ou, se for o caso, através da suplementação receitada por um médico especialista.
Quando comemos, em especial, o carboidrato refinado (pão branco, doces, massas), que são pobres em fibras, eles acabam sendo absorvidos rapidamente no intestino e a fome aparece em pouco tempo. Já as fibras dos carboidratos complexos trazem nutrientes, inclusive o cromo, que atrasam a absorção desses carboidratos.

E o que tudo isso tem a ver com aquela fome irracional e cíclica que sentimos quando comemos uma massa, por exemplo? Quando a célula não consegue receber o açúcar, o organismo recebe uma mensagem de que está faltando energia dentro dela, e a resposta vem direto do centro da fome, região do cérebro no hipotálamo, avisando que você precisa comer mais. O cérebro é um dos órgãos que mais precisa de glicose. Se o açúcar não for para dentro da célula, principalmente, para as células cerebrais, existe um “disparo de fome” imediato.

Principais fontes e quantidades:
O açúcar mascavo ou a farinha integral têm cromo, no entanto, quando eles passam pelo refino, perdem a maior parte do mineral.
Segundo o livro Modern Nutrition in health and disease, as melhores fontes de cromo nos alimentos são:

Levedura de cerveja: 112 mcg cromo (1 colher de chá )
Carne vermelha: 57mcg cromo (1 bife médio)
Pão de trigo integral: 42mcg cromo (1 fatia)
Trigo integral: 38 mcg cromo (2 colheres de sopa)
Pimenta malagueta: 30 mcg (1 colher de sopa)
Pão de centeio: 30 mcg de cromo (1 fatia)
Ostra: 26 mcg de cromo (1 porção)
Batata: 24 mcg de cromo (1 unidade )
Gérmen de trigo: 23 mcg de cromo (3 colheres de sopa )
Pimenta verde: 19 mcg de cromo (1 unidade)
Maçã: 14 mcg de cromo (1 unidade )
Banana: 10 mcg de cromo (1 unidade)
Cenoura: 9 mcg de cromo (1 unidade)

De acordo com o nutrólogo Roberto Navarro, o estresse aumenta o nível de cortisol e faz com que você excrete cromo pela urina. E não é só o estresse emocional, devido ao trabalho e aos relacionamentos, como também o estresse físico que pode ser causado pela atividade física em excesso. Você também pode acabar eliminando cromo quando ingere muito açúcar refinado.
Se você já aposta nos alimentos de baixo índice glicêmico, como os carboidratos integrais que têm mais fibras e demoram mais para ser absorvidos e passarem para o intestino, faz com que, naturalmente, seu nível de açúcar no sangue fique mais equilibrado. Além disso, é importante comer de três em três horas, evitando o jejum prolongado e evitar, principalmente, farinha e açúcar branco.
Em pacientes com colesterol alto ou com sobrepeso pode haver a suplementação para ajudar na perda de peso. Vale ressaltar que a prescrição do suplemento de picolinato de cromo só pode ser feita por um médico especialista.